Como Ser um Empreendedor, em Épocas Difíceis!

Como Ser um Empreendedor, em Épocas Difíceis!

Avaliações
4.6/5

Como ser um empreendedor, muitos de nós querem se tornar empreendedores. Começar o próprio negócio é um dos maiores sonhos hoje em dia. Mas como ser um empreendedor? A maioria dos conselhos tem foco nos aspectos práticos: montar um plano de negócios, juntar dinheiro, encontrar funcionários, marketing e relações públicas. 

Como ser um empreendedor por um caminho diferente. 

Como Ser um Empreendedor, em Épocas Difíceis!

Na maneira de ver dos especialistas, no coração do sucesso empresarial reside algo estranhamente mais abstrato: uma visão precisa sobre as causas da infelicidade humana. Ser um empreendedor significa, essencialmente, se tornar um especialista nas coisas que tornam a vida das pessoas difícil. Isso porque todo negócio adequadamente ambicioso está, de alguma forma, tentando consertar as coisas para as pessoas. 

E quanto maior e mais original for o que você está tentando consertar, mais bem sucedido seu negócio pode ser. A sociedade de consumo está bem desenvolvida atualmente, e por isso podemos pensar que já existam milhares de soluções para todos os grandes problemas. Pense em todas as empresas de automóveis, pizzarias, ou sites de notícias. Certamente temos de tudo um pouco. 

O que poderíamos acrescentar ao que já existe? 

Mas para se ter noção das vastas oportunidades que ainda restam no capitalismo você precisa perguntar a si mesmo: onde e em que áreas você está infeliz no decorrer de um dia normal? Cada infelicidade é, na verdade, um novo negócio em potencial. Suas frustrações são uma fonte quase inesgotável de matéria-prima a partir do qual os negócios do futuro podem ser construídos. 

Como ser um empreendedor pois nossas dores e irritações são infinitas

Portanto, embora já existam diversos tipos de cereais, e camisetas, e telefones celulares, e carros à venda, há muito mais coisas que nos frustram e nos deprimem: pense em como é difícil conviver com um parceiro, educar os filhos, lidar com a ansiedade; descobrir o que você quer fazer da vida, encontrar um lugar agradável para viver, acalmar-se de noitinha. A lista não tem fim. Nossas dores e irritações são infinitas, felizmente, para os jovens empresários. 

O primeiro passo a se tomar no empreendedorismo é, portanto, entender a sua própria infelicidade e o que poderia curar a infelicidade dos outros, assim como a sua. A queda de lucro nos negócios é, na realidade, o resultado de muitas pessoas se empenhando em corrigir uma mesma área de dor. Porque eles não conseguem pensar em nada inovador a não ser criar uma nova companhia aérea, uma empresa de telefonia, ou uma rede de supermercados. 

Grandes lucros na cura da dor das pessoas

Saiba como conquistar clientes online e alavancar suas vendas

Por outro lado, os grandes lucros são uma recompensa ao entendimento e domínio de uma área do sofrimento humano. Se antecipando a qualquer outra pessoa. É claro que idéias não são suficientes por si só; você precisa cuidar do lado prático e do dinheiro. Mas eles não vão ajudá-lo se o seu insight psicológico original sobre a infelicidade humana não for sensato. Da mesma forma, se o seu insight sobre o que deixa as pessoas infelizes é acurado, e suas soluções são arrojadas. 

Daí então, por mais difícil que seja a jornada, sua empresa terá uma grande chance de lucrar e beneficiar a humanidade.                                                                                                       
Muito obrigado por estar aqui. Siga também nossa Página no Face, vai nos ajudar muito!

Compartilhe este post:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email